Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Terezinha Vilk/Emater/RS-Ascar
Agro
Atividade da suinocultura é debatida em Seminário na cidade de Aratiba
Vantagens do biodigestor/biogás, legislação e os procedimentos para implantação e manejo dos dejetos dos suínos foram temas das palestras
Terezinha Vilk/Emater/RS
por  Terezinha Vilk/Emater/RS
10/06/2022 17:13 – atualizado há 34 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

As vantagens do biodigestor/biogás, legislação e os procedimentos para implantação e manejo dos dejetos dos suínos foram temas das palestras que marcaram o Seminário de Suinocultura realizado em Aratiba, nesta quinta-feira (09), na comunidade Esperança Alta.

O extensionista da Emater/RS-Ascar, Valdir Zonin, explicou o uso e rendimento econômico do sistema de bionergias. Quanto ao Biogás, Zonin chamou atenção para a Portaria que institui o Programa Nacional de Redução de Emissões de Metano.

A medida, cria um moderno e inovador mercado regulador de carbono, com foco na exportação de crédito de carbono, especialmente para países e empresas que precisam compensar emissões para cumprir com seus compromissos de neutralidade de carbono.

Também expos as vantagens do Programa de Incentivo a geração de energia elétrica com biogás (Biogás/RS) que, entre outras coisas, incentiva o correto destino dos dejetos.

Os biodigestores funcionam bem, mas exige conhecimento e dedicação, enfatizou Zonin. Na região do Alto Uruguai, existem dois produtores que têm em suas granjas, sendo um de Gaurama e outro de Campinas do Sul, exemplificou.

O pesquisador da Embrapa Suínos e Aves, Evandro Carlos Barros, falou sobre o uso de dejetos suínos como oportunidade na agricultura. Ele destacou várias possibilidades de uso, dentre elas, fertirrigação. Também chamou atenção para o manejo correto das esterqueiras e fez recomendações técnicas de adubação para eficiência agronômica. Um dos fatores importantes para o sistema, segundo Barros, é o impacto do uso da água nos dejetos. O produtor precisa saber o quanto usa de água, para não cometer excesso.

Relato

O produtor Giovani José Bertella, de Campinas do Sul, fez um relato de sua experiência na Granja Bertella, localizada na Linha Lajeado Ipiranga, onde cria 10 mil suínos e há três anos instalou o primeiro biodigestor. Ele explicou como se dá o processo de manejo para produzir o composto orgânico com qualidade. Segundo ele, o que não é utilizado na compostagem vai para fertirrigação em lavouras. Também expos o rendimento e as vantagens econômicas do biodigestor.

Abertura do evento

Após as palestras, a programação seguiu com pronunciamentos das autoridades e lideranças. O prefeito de Aratiba, Gilberto Hendges, juntamente com o vice-prefeito Gelson Carbonera, deram as boas-vindas aos participantes. O gerente regional adjunto da Emater/RS-Ascar em Erechim, Cezar da Rosa, e o presidente do Núcleo de Produtores de Suínos de Aratiba, Amarildo Rachelle e o representante do Sicredi, Ricardo Calza, também destacaram a importância do seminário nas informações técnicas da atividade.

Visita técnica

Após o almoço, a programação seguiu com visita técnica na Granja Três Palmeiras – Fazenda Vicentini, propriedade da família Vicentini. Na primeira estação, a família relatou a infraestrutura da propriedade com área de 50 hectares, das quais 22 hectares, são irrigadas e destinada para produção de pastagens. Na granja, as atividades são voltadas para criação de 2.500 suínos no sistema de parceria, e a criação de gado de corte. As atividades já estão sendo conduzidas pela terceira geração. O jovem Ricardo, de 29 anos, que é médico veterinário, pelo seu pai Flori, de 56 anos, pela sua mãe, Ivani, de 59 anos. Também conta a experiência repassada pelo seu avô Onélio, 86 anos, e sua avó, Neri, de 85 anos. Ricardo e Flori explicaram o processo de condução da propriedade, destacando ainda a importância da sucessão familiar. A estação, contou com os acompanhamentos da equipe do Escritório Municipal de Aratiba, integrada pelos extensionistas rurais Gilmar Schardong, Cleonice Dobrovolski e Ricardo Barbieri.

Na segunda estação, o pesquisador da Embrapa Aves e Suínos, Evandro Barros, reforçou as orientações sobre o armazenamento dos dejetos, dentre outras recomendações técnicas no manejo das esterqueiras e da fertirrigação. Participaram produtores e extensionistas de vários municípios da Emater/RS-Ascar, acadêmicos do curso de Agronomia da URI campus de Erechim.

O Seminário foi promovido pela Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretária da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), Prefeitura de Aratiba, com apoio do Sicredi e do Núcleo de Suinocultores de Aratiba, lideranças, entre outros.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE