Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Clima
Cidades do Oeste catarinense registram estragos e falta de energia após temporal
Houve quedas de árvores e alagamentos provocados pela tempestade.
Oeste Mais
por  Oeste Mais
26/11/2021 08:38 – atualizado há 3 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Algumas cidades do Oeste catarinense sofreram com fortes chuvas na noite desta quinta-feira, dia 25. Houve quedas de árvores e alagamentos provocados pela tempestade.

Na SC-350, que liga o município de Passos Maia a Abelardo Luz, árvores deixaram o trânsito prejudicado. Árvores também bloquearam o trânsito na BR-282, na altura do posto da PRF em Xanxerê.

Estragos registrados na BR-282, em Xanxerê (Fotos: Defesa Civil)

Em Chapecó houve queda de árvores na BR-282, próximo à linha Colônia Bacia. Segundo informações, uma das pistas chegou a ficar interrompida. Quase 60 mil unidades ficaram desabastecidas de energia elétrica durante a tempestade.

Em Serra Alta também houve queda de árvores no perímetro urbano, mobilizando a guarnição do Corpo de Bombeiros de Modelo (SC) para atendimento.

No município de Seara, uma árvore caiu próximo ao CTG, na SC-283.

O Corpo de Bombeiros de Xaxim resgatou uma família que ficou ilhada em um carro. O caso ocorreu no bairro Alvorada.

A chuva acompanhada de vento provocou o desabastecimento de energia elétrica em 14 mil unidades consumidoras no Alto Uruguai Catarinense.

Os técnicos estão trabalhando pra restabelecer o sistema e garantir energia à população desde a madrugada. Conforme as informações da gerência da Celesc de Concórdia, a previsão é de restabelecer o sistema nas próximas horas.

Os problemas são registrados em várias regiões da cidade, sobretudo pelos galhos arremessados na rede elétrica provocando rompimento de cabos e curto-circuito.

Em Joaçaba, quase 10 mil unidades ficaram sem luz.

Na manhã desta sexta-feira, dia 26, na regional da Celesc em Concórdia, quase 3 mil unidades estavam ainda sem o abastecimento de energia. Em Chapecó e Joaçaba a mesma condição era registrada.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...