Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mundo
Lava do vulcão Cumbre Vieja chega ao mar em La Palma
Ingresso da lava no oceano que pode produzir explosões e emissão de gases tóxicos.
Metsul
por  Metsul
28/09/2021 21:32 – atualizado há 4 meses
Continua depois da publicidadePublicidade

A lava do vulcão Cumbre Vieja chegou nesta noite ao Oceano Atlântico, em La Palma, nas Ilhas Canárias. Imagens da TV Canárias mostravam o magma expelido pelo vulcão alcançando o mar oito dia depois de iniciada a erupção. A chegada da lava ao oceano já era esperada, uma vez que o vulcão entrou em uma nova fase eruptiva nas últimas horas que produziu um grande rio de lava mais fluída e menos viscosa com movimento mais rápido.

Um perímetro de dois quilômetros foi isolado por terra e mar devido ao ingresso da lava no oceano que pode produzir explosões e emissão de gases tóxicos. O risco, contudo, dizem os especialistas, é apenas em áreas muito próximas do contato do magma com o oceano e não em toda a ilha.

As atenções da imprensa e das autoridades estavam há dias voltadas também para a chegada da lava do vulcão Cumbre Vieja ao oceano. As primeiras imagens do magma no mar, como era de se esperar, acabam sendo impressionantes e já dominam as redes sociais da Espanha neste final de terça-feira.

Os últimos dados do Sistema Copernicus, a partir de monitoramento por satélites, apontam para 686 edificações atingidas pela erupção do vulcão, 589 destruídas e 97 danificadas. São 22,2 quilômetros de estradas afetadas ou totalmente destruídas. Os fluxos de lava cobrem um total de 258 hectares, extensão comparável a 315 campos de futebol.

O porta-voz do Instituto Vulcanológico das Canárias (Involcan), David Calvo acredita que o vulcão de La Palma entrou numa fase efusiva. Isso significa que haverá menos explosões e o cone principal terá menos proeminência. Assim, a expulsão da lava, que agora está mais viscosa, concentra-se numa boca que fica fora do cone. A nova lava é do tipo havaiana, mais fluída e com maior capacidade de movimento, disse.

O novo rio de lava sai de uma pequena cratera que emite menos cinzas e menos piroclastos do que o centro emissor principal e embora seja difícil para ela formar seu próprio cone, ela emite um “impressionante” jato de lava, disse o Involcan. Nessa boca eruptiva sempre saiu mais lava fluida, entretanto desde o final da segunda-feira ela começou a vomitar lava sem parar. O fato de a lava ser mais fluida faz com que ela tenha mais capacidade de se mover e ocupar terrenos, e por ser menos densa e rápida facilita a chegada ao mar.

A erupção é a primeira em La Palma desde outubro de 1971, quando o vulcão Teneguia expeliu lava durante três semanas. La Palma, com 85 mil habitantes, é uma das oito ilhas do Arquipélago das Canárias. No seu ponto mais próximo com a África, dista 100 quilômetros do Marrocos. As Canárias estão a 460 quilômetros da ilha da Madeira, em Portugal, e a 1.428 quilômetros da Ilha do Sal, em Cabo Verde.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...