Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Rio Grande do Sul
Estado distribuirá doses de Pfizer para avançar a imunização contra Covid-19 de adolescentes
Somente vacinas Pfizer, AstraZeneca e Coronavac estão sendo distribuídas para esse público.
Secom/RS
por  Secom/RS
21/09/2021 21:22 – atualizado há 10 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

A vacinação de adolescentes contra Covid-19 continuará no Rio Grande do Sul. A decisão foi pactuada pela Secretaria da Saúde (SES) e pelo Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems/RS) em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) realizada na manhã desta terça-feira (21).

Esse é um dos públicos a serem atendidos com as mais de 1 milhão de doses de Pfizer, AstraZeneca e Coronavac que serão entregues pela SES na quarta-feira (22/9) a todos os municípios. As planilhas com as quantidades exatas de doses por município estavam em elaboração na noite desta terça-feira.

"Importante destacar que só a Pfizer está autorizada para os adolescentes, e somente vacinas dessa marca estão sendo distribuídas para esse público", afirma a secretária da Saúde, Arita Bergmann.

A proposta aprovada com a representação dos municípios foi de destinar 350 mil doses dessa remessa para primeiras doses, incluindo cerca de 165 mil de Pfizer para cobrir a totalidade da faixa dos 17 anos e 58% da faixa dos 16 anos. Essas idades podem variar de cidade para cidade conforme o avanço da campanha e a disponibilidade de doses.

Outras 38,5 mil doses serão distribuídas para a dose de reforço dos idosos que fizeram a segunda até 25 de março, contemplando o prazo de seis meses entre as duas. Há ainda a destinação de aproximadamente 620 mil doses para a segunda de pessoas com mais de 18 anos, somando as três fabricantes. Com isso, o Estado completa as doses necessárias para todo o público adulto vacinável no Rio Grande do Sul.

Um dos pontos ressaltados pela secretária Arita Bergmann foi a mudança no prazo de segunda dose da Pfizer, que passou para oito semanas (56 dias) entre as doses. Esse cálculo já foi revisto para as doses que serão distribuídas nesta semana.

Por parte do Cosems/RS, o presidente Maicon Lemos reforçou o posicionamento conjunto dos municípios e Estado na defesa pelo avanço da vacinação dos adolescentes com a Pfizer. “Temos a validação da Anvisa que autoriza a imunização dessa população entre 12 e 17 anos, assim como observamos o cenário internacional onde o mesmo acontece”, considerou Lemos, que é secretário de Saúde de Canoas.

Registro das doses de reforço

Outra questão pautada na CIB foi o início do registro no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI) das doses de reforço e adicionais contra a Covid-19. O suporte a esse tipo de informação passou a ser disponibilizado na atualização do sistema, que entrou no ar na segunda-feira (20. Doses de reforço são as aplicadas em idosos, e adicionais, as vacinas (de reforço) para o público de imunossuprimidos.

A orientação é que os municípios recuperem os registros paralelos (manuais ou em outros sistemas) aplicados nos últimos dias a fim de digitar ou exportar para o SI-PNI. Após a entrada desses dados, nos próximos dias o painel da vacinação da SES (em vacina.saude.rs.gov.br) deverá contar com essa nova informação aberta para consulta.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...