Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Segurança
Homem flagra ladrão de bicicleta e o amarra em árvore em Santa Catarina
Morador em situação de rua, invasor de casas e jardins de infância, o homem normalmente furta botijão de gás ou bicicletas.
NSCTotal
por  NSCTotal
18/08/2021 16:37 – atualizado há 11 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

Um ladrão foi amarrado a uma árvore após ser flagrado furtando a bicicleta de uma menina em Agrolândia, no Alto Vale do Itajaí. Ele ficou preso por uma corda até a chegada da polícia, na noite desta terça-feira (18). Depois, foi levado ao presídio de Rio do Sul.

O suspeito é conhecido no pacato município de pouco mais de 11 mil habitantes, conforme estimativa do IBGE, pelos pequenos delitos que comete. Morador em situação de rua, invasor de casas e jardins de infância, o homem normalmente furta botijão de gás ou bicicletas.

Homem ficou amarrado até policiais chegarem ao local(Foto: Redes Sociais, RDC Notícias)

Nesta terça-feira, porém, o plano terminou mal. Ao tentar levar a bicicleta de uma criança, o pai dela presenciou o crime e conseguiu imobilizar o ladrão. O homem usou uma corda para amarrá-lo à árvore da Rua dos Pioneiros, a principal da cidade, até a chegada da polícia, que estava em outra ocorrência.

Como contra ele havia um mandado de prisão preventiva por ao menos outros seis furtos cometidos em Agrolândia, o andarilho foi levado direto ao presídio regional de Rio do Sul.

Polícia não recomenda

Apesar do caso ter terminado sem nenhum contratempo, reagir a crimes como assaltos e furtos não é recomendado pelas autoridades policiais. A vítima acaba por aumentar as chances de ser ferida ou até morta pelo bandido.

Não é possível prever se o ladrão está carregando alguma arma e em uma situação de risco, o corpo libera substâncias que diminuem a circulação de sangue no cérebro, que provoca a redução da capacidade de raciocínio. Em contrapartida, aumenta a quantidade de sangue nos músculos, o que prepara o corpo para uma reação instintiva.

A Polícia Militar explica que é mais prudente tentar controlar o risco e coletar informações que possam ajudar a polícia a encontrar o criminoso após o crime. Além disso, fazer justiça com as próprias mãos não é permitido em lei, podendo o responsável ser punido com 15 a um mês de detenção ou multa.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...